Projeto Beleza Minimalista: Para que tantos cosméticos? Vamos reduzir!

Quem acompanha o blog já percebeu que o conceito de Slow Beauty vem se tornando protagonista por aqui. Porém havia uma lacuna em meio às dezenas de resenhas, o óbvio ficava um tanto anuviado: uma das funções de meu trabalho como blogueira de beleza é o que chamo de “experiência investigativa”, analiso os cosméticos com fins informativos e repasso a informação para que vocês tenham mais argumentos cujo teor possa lhes ajudar a decidir se o produto em questão é cabível às suas necessidades e expectativas – mas NINGUÉM precisa adquirir todos os produtos que indico!`

Então, a fim de mostrar-lhes que o excesso de compras não é nada saudável, lanço agora o Projeto Beleza Minimalista, ação que objetiva levar o conceito de sustentabilidade à nossa rotina de beleza. Neste projeto, além de incentivar o consumo consciente, vocês também acompanharão como irei enxugar e doar no mínimo 70% dos cosméticos que possuo. Vem comigo exercitar o “menos é mais”?

Projeto Beleza Minimalista – O que é e como será

Segue abaixo uma apresentação em vídeo do Projeto Beleza Minimalista, ao longo desse post há informações mais completas, keep going! Mas não se esqueça de inscrever-se no canal AQUI para ficar por dentro de tudo que irá ocorrer.

Há tempos quero conversar com vocês sobre consumo consciente. Inicialmente o intuito deste artigo era instigar novos pontos de vista, porém o tema evoluiu e virou algo que pretendo concretizar junto a vocês: o Projeto Beleza Minimalista – uma forma de abordar o conceito por meio da prática.

Ao preparar o vídeo sobre minha atual rotina de cuidados faciais, o qual vocês me pedem com constância, além de perceber que praticamente todos os produtos que estou utilizando consistem em cosméticos orgânicos e/ou naturais sendo que a maior parte desse conjunto é formada por óleos vegetais graxos e essenciais, percebi também que atualmente estou utilizando apenas 30% do número de cosméticos que eu utilizava antes de aderir completamente aos orgânicos. Percebi que estou obtendo resultados melhores com um “arsenal” reduzido. Percebi que quando fazemos escolhas pensadas e realmente aprendemos a utilizar o item em questão de todas as diferentes formas que ele pode ser utilizado, obtemos uma rotina de beleza multifuncional cujos poucos itens podem ser combinados e utilizados de diversas formas para tratar com eficiência diversos fins. Definitivamente, percebi que quantidade não é sinônimo de qualidade e que, em alguns casos, pode ser até o oposto.

Não é de hoje que a quantidade de cosméticos e roupas que tenho aqui em casa me incomoda, porém frente ao corre-corre diário tal incômodo era colocado em segundo plano e, ao final do dia, o cansaço da rotina me deixava cega. Agora a cegueira não tem mais espaço. A cada dia o incômodo cresce, sinto-me asfixiada por essa montoeira de coisas esporadicamente usadas (algumas nem sequer usadas). Não vou esperar por resoluções de ano novo, proponho a mim e a todos que quiserem me acompanhar:

Projeto Beleza Minimalista – Porque quantidade não é sinônimo de qualidade

Menos cosméticos, mais qualidade.
Menos impacto ambiental, mais saúde pessoal.
Menos desperdício, mais dinheiro poupado.
Menos potes amontoados, mais espaço.
Menos energia parada, mais fluxo livre.

Projeto Beleza Minimalista sustentabilidade karina viega

Quem nunca estancou por alguns minutos em frente aos produtos de beleza pensando em quais usar naquele momento? Pois bem, o objetivo do Projeto Beleza Minimalista é mostrar-lhes o quão eficiente nossa rotina de beleza se tornará a partir do momento em que aprendermos a valorizar e a utilizar cada produto contido nela, retirando apenas os cosméticos excessivos que ficam parados, estagnados, prostrados feito pedras no meio do caminho.

Não proponho radicalização, proponho redução consciente. Também não objetivo que esse Projeto se restrinja ao uso de cosméticos naturais e orgânicos. Particularmente prefiro cosméticos naturais e orgânicos, consigo maior versatilidade de uso e melhores resultados com tal tipo de produto, apoio o conceito de sócio sustentabilidade inserido neles, logo, essa é a MINHA opção. Mas as diretrizes podem ser aplicadas na vertente que mais lhes convém.

Tenho como meta manter apenas 30% dos cosméticos que atualmente possuo para uso pessoal e reduzir 50% dos cosméticos guardados no acervo do blog em, no máximo, 6 meses (se ocorrer antes do prazo, melhor!).

Dou-me meta e prazo, também sugiro que todos que queiram fazer algo parecido também se deem metas e prazos consideráveis, pois uma das premissas do Projeto Beleza Minimalista é evitar desperdícios e, por isso, subitamente optar por jogar algo no lixo é tão inconsequente quanto acumular cosméticos não utilizados. Tenha um prazo de maturação da ideia, finalize com aqueles produtinhos que estancaram quando já estavam quase acabando, pense em como passar o excesso para frente. Saiba que o excedente para você é o necessário para outros.

Vou lhes mostrar em vídeos e posts como essa redução ocorrerá, quais serão os benefícios, como irei escolher os produtos que ficam e quais produtos serão doados ou presenteados ou sorteados entre vocês ou “brechózados” (na verdade, meu maior desejo é doar para AFECC ou para Presídios Femininos, mas irei separar alguns para agradar pessoas próximas ;) ).

Espero de coração que a minha experiência venha a acrescentar-lhes de forma positiva. E também convido a todos que queiram viver com mais qualidade e menos quantidade a me acompanharem – quer seja como observador, quer seja como praticante.

Neste momento consigo escutar a seguinte pergunta:

Mas Kah, você vai parar de testar e resenhar novos produtos de beleza?

É claro que não. E isso não é hipocrisia na minha realidade. Vejam bem como é minha relação com cosméticos e como ocorrerá com o Projeto Beleza Minimalista:

Vivo do blog, o blog é meu trabalho, minha paixão e minha fonte de renda. Não sou blogueira por hobbie tampouco sou sustentada por outra pessoa. Parte do meu trabalho como blogueira de beleza é testar coisas novas e resenha-las da maneira completa e sincera que sempre fiz. Nunca quis dizer nem sugeri que comprar cada item resenhado por mim seria “o ideal”. Para ser sincera, sinto-me culpada por acabar suscitando desejos desnecessários de consumo quando, na verdade, minha intenção é ajudar-lhes a construir argumentos por meio dos quais VOCÊS irão avaliar com consciência se o produto X realmente é cabível aos seus interesses ou não.

Não posso ser hipócrita, se vocês compram, as empresas anunciantes lucram. Porém acredito com unhas e dentes que o lucro não deve vir a qualquer custo, e as empresas que aqui anunciam também acreditam nisso (seleciono com carinho cada anunciante do AB, digo-lhes com orgulho que as lojas ou marcas parceiras não são apenas máquinas de dinheiro, por detrás delas há pessoas honestas com ideologias fortes). Ademais, também acredito que as empresas anunciantes continuarão lucrando mesmo se vocês comprarem apenas aquilo que acharem essencial ou que realmente quiserem (querer profundamente algo, mesmo que o algo em questão em tese seja desnecessário, doa teor de necessidade a qualquer coisa – e isso é uma observação cabível em qualquer área de nossa vida).

Continuarei testando, resenhando e recomendando quando achar que algum produto possui valia. A vocês cabem ler, avaliar e tirar suas conclusões sem precisar sair atirando no escuro. Neste ponto, embora incite desejos de consumo, acredito que as resenhas de produtos sejam bem válidas. Não quero que vocês adquiram cada um dos itens que recomendo, quero apenas deixar mais uma opinião para que a sua escolha seja feita de uma forma mais consciente. Ninguém precisa ter dezenas de shampoos e cremes, mas todos podem se beneficiar com uma dica de amiga, não?

Projeto Beleza Minimalista – Como ocorrerá

Sintetizando:

  • O Projeto Beleza Minimalista será uma construção conjunta. Apenas lancei a ideia, vocês irão me ajudar a aperfeiçoá-la. O que vier a acontecer daqui pra frente só descobriremos com o decorrer do tempo. Caso queira, entre no Grupo Beleza Minimalista no Facebook (AQUI) e vamos juntos nessa!
  • Em no máximo 6 meses pretendo reduzir no mínimo 70% do meu acervo pessoal de cosméticos – mantendo apenas os itens que REALMENTE utilizo – e 50% do acervo de cosméticos demonstrativos do blog – mantendo apenas os itens chave para formulação de posts e receitas – sendo que, ao passo em que novos produtos forem entrando em ambos acervos, outros terão que sair (gente, o número de coisas que tenho aqui é insano! Algo digno que exploração pelo Discovery Home & Health).
  • Não irei parar de resenhar nem de receber novos produtos para teste, porém ao passo em que os novos itens forem entrando no acervo do blog, antigos devem sair.
  • A cada 2 meses juntarei os cosméticos descartados (aqueles em bom estado, é claro), para doar a instituições como AFECC e também a presídios femininos. Caso vocês tenham sugestões de programas sociais, deixem aí nos comentários!
  • Toda semana entrará no ar ao menos um post cujo tema central seja aspectos ligados ao consumo consciente e sustentabilidade (seja composto por mim, seja composto por convidados).
 
Gostou do Projeto Beleza Minimalista? Quer participar? Envie sugestões, dicas, depoimentos e não se esqueça de utilizar a hashtag #belezaminimalista quando compartilhar suas experiências pelas redes sociais!

Beijos Mil, Karina Viega
karinaviega@acordabonita.com
Facebook.com/acordabonita
instagram@acordabonita
Snapchat: karinaviega

Gosta do Acorda, Bonita!?
Escreva seu e-mail na caixa abaixo, clique em “Assinar” e receba nossas novas matérias em 1ª mão!

Escreva seu e-mail:

Obs: Não se esqueça de confirmar o cadastro clicando no link que será enviado para a caixa do e-mail em questão.

 

Loja Dermabox

comments

2 comentários on Projeto Beleza Minimalista: Para que tantos cosméticos? Vamos reduzir!

  1. Maíra Ribeiro
    11 de dezembro de 2015 at 11:07 (733 dias atrás)

    Estou encantada com seu blog! Descobri por acaso procurando mais sobre low poo no google e foi a melhor coisa da minha semana! Tento muito praticar esse estilo de vida mais natural, mas muitas vezes me faltam referencias confiáveis e é dificil ficar comprando os produtos sem saber se valem a pena! Obrigada por todo esse conteúdo e simpatia ao escrever, já estou amando!

    Responder
    • Karina Viega
      13 de dezembro de 2015 at 23:54 (730 dias atrás)

      Maíra, que comentário lindo! Obrigada mesmo <3
      Pois é, ainda nos faltam referências em português, também passo por isso quando quero pesquisar, mais um motivo para abordar o tema no AB ;)
      Seja sempre bem vinda!
      Beijos mil.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>