Dicionário de Óleos Essenciais: Aspectos farmacológicos, cosméticos, emocionais e vibracionais

Confira um SUPER Dicionário de Óleos Essenciais com definições e efeitos em e Aromaterapia (aspectos farmacológicos e cosméticos) e Aromacologia (aspectos emocionais e vibracionais).

Dicionário de Óleos Essenciais Aspectos farmacológicos, cosméticos, emocionais e vibracionais

Tendo em vista que há um mundaréu de óleos essenciais e que cada um deles possui propriedades terapêuticas diferenciadas, imagine o quão bom seria se tivéssemos ao alcance das mãos uma espécie de “dicionário” específico no qual, além de simples definições, também constassem tanto os aspectos farmacológicos e cosméticos quanto os emocionais e vibracionais de cada óleo essencial?

Pois bem, a fim de ajudar-lhes a conhecer e decidir quais óleos essenciais mais lhes convém, eis aqui um Dicionário – baseado nas pesquisas da equipe de especialistas da Laszlo, uma das maiores e mais respeitadas empresas de Aromaterapia da América Latina – que resume e simplifica a atuação e benefícios de diversos óleos essenciais. É claro que, por ora, não tenho como colocar na lista todos os óleos essenciais existentes na face da terra, porém tentarei colocar – ao menos – os óleos essenciais mais procurados e utilizados por aromaterapeutas e simpatizantes. Com o decorrer do tempo e ajuda de vocês espero que esse Dicionário de Óleos Essenciais ganhe novos integrantes.

A lista abaixo está em ordem alfabética, cada óleo essencial listado será acompanhado de suas características e efeitos em e Aromaterapia (uma técnica; aspectos farmacológicos e cosméticos) e Aromacologia (um estudo; aspectos emocionais e vibracionais).

Complicado de entender? Então vamos a algumas definições básicas:

Dicionário de Óleos Essenciais Aromaterapia e Aromacologia

O que é Aromaterapia

Aromaterapia é uma técnica que nasceu na França nas primeiras décadas do século passado, e envolve a utilização de óleos essenciais com o objetivo de equilibrar a mente, o corpo e o espírito. A palavra “aroma” se remete a cheiro e “terapia” a cura. Se dividiu em dois grandes sistemas: a Aromaterapia inglesa, que se fixou mais no emprego dos óleos essenciais para o bem-estar, seja através da massagem, inalações ou tratamentos estéticos, e a Aromaterapia francesa (ou aromatologia) que, além destas abordagens, abrange o emprego clínico dos óleos essenciais e seu uso como fitoterápico. A Aromatologia concebe todo o estudo científico dos efeitos e propriedades dos óleos essenciais, desde sua ação psicológica, aspectos clínicos, gastronômicos, estéticos e energéticos, é o estudo científico dos óleos essenciais.

Atualização Fev/2016: Quer aprender a fundo como usar óleos vegetais graxos e óleos essenciais na sua rotina diária de beleza e bem-estar? Acompanhe a série “Aromaterapia para Iniciantes”! Novo vídeo da série toda sexta-feira no canal – Inscreva-se AQUI.

O que é Aromacologia

Aromacologia é um termo criado para descrever o conceito desenvolvido para o estudo das inter-relações entre psicologia e tecnologia de fragrâncias. A marca AROMA-CHOLOGY® foi registrada em 1989, pelo Sense of Smell Institute, formalmente conhecido como Fundação para Pesquisa do Olfato. A Aromacologia trabalha ativando determinadas áreas do sistema límbico e do hipotálamo, que controlam a maioria das funções vegetativas e endócrinas do corpo.

A Aromacologia foca alcançar os efeitos positivos causados pelos aromas em todo organismo, nas emoções e no humor, para trazer bem-estar e melhorar a qualidade de vida humana. Em paralelo, o tratamento terapêutico realizado através do emprego dos óleos essenciais deve sempre ser conduzido e orientado por um médico ou terapeuta especialista, que avalia e acompanha o quadro de cada paciente, analisando-o dentro de uma abrangente visão, levando em consideração os aspectos físicos, mentais e emocionais de cada indivíduo.

A indústria da perfumaria e cosmética vem a trabalhando cada vez mais com o conceito da Aromacologia, com o objetivo de desenvolver estudos e pesquisas para acompanhar os efeitos das fragrâncias sobre o comportamento humano.

*Fonte: Laszlo

Dicionário de Óleos Essenciais – Notas prévias: Coisas que você precisa saber!

Dicionário de Óleos Essenciais Laszlo

Sobre a confiabilidade das definições de cada óleo essencial 

As definições abaixo foram compostas pelos especialistas da Laszlo e/ou pelo próprio Dr. Fábián László, quem idealizou e construiu a empresa Laszlo. Em 15 anos de existência a Laszlo tornou-se referência na América Latina em vários ramos da Aromaterapia e Saúde Holística, desde a fabricação à disseminação de conhecimento, inovação (a Laszlo foi a primeira em introduzir óleos essenciais extraídos via CO2 no Brasil e também iniciou no mercado a definição de quimiotipagem de óleos essenciais em seus rótulos) e diversidade de produtos (atualmente a Laszlo produz mais de 300 diferentes óleos essenciais, o maior acervo da América Latina).

Com tudo isso quero dizer: as definições desse “Dicionário de Óleos Essenciais” possuem o mais elevado grau de confiabilidade. Não são balelas nem falácias, são pequeníssimos resumos oriundos de anos de pesquisas.

Sobre a minha relação com óleos essenciais

Não sou Aromaterapeuta (por enquanto, pois tenho sério interesse em me especializar na área), sou simpatizante curiosa e interessada. Pesquiso bastante e utilizo óleos essenciais na minha rotina para diversos propósitos. Confesso que no início fui cética, mas desde que comecei a utilizar estes presentes naturais percebo na pele e na alma o tamanho poder de tais “gotinhas”. Aos poucos estou dividindo minhas experiências com vocês, e esse Dicionário de Óleos Essenciais por certo será retomado em vários posts e vídeos por vir.

Sobre consultar-se com Aromaterapeutas e indicações

Caso você queira entender melhor sobre óleos essenciais e receber orientações especificamente direcionadas às SUAS maiores necessidades, aconselho de coração que você se consulte com algum Aromaterapeuta, isso me ajudou bastante a ingressar no mundo dos óleos essenciais.

Indico de olhos fechados a Terapeuta Francine Pezeta (Pinheiros, SP, entre em contato com ela por e-mail francineft@gmail.com, telefone (011)97545-5534, ou pela Fanpage AQUI). Ela me ensinou muito!

Caso você conheça ou atue como Aromaterapeuta, deixe registrado aí nos comentários conjuntamente com o contato e estado.

Sobre as siglas e terminologias dos óleos essenciais

Em alguns dos óleos essenciais abaixo haverá os dizeres “a/o LFC não mancha a pele”. Bom, LFC é sigla para Livre de Furanocumarinas, o que significa que o óleo essencial em questão não possui o composto químico bergapteno o qual é o causador da fotossensibilidade. Então, caso seu intuito seja usar o óleo em questão sobre a pele, procure pela versão “LFC” do mesmo.

Cada óleo essencial será acompanhado de suas derivações (se houverem) e nome botânico em latim, visto que utilizamos o mesmo nome popular para plantas diferentes, certifique-se de que seu óleo possui o mesmo nome científico desse Dicionário de Óleos Essenciais a fim de saber se a definição realmente é cabível a ele.

Sobre como escolher óleos essenciais antes de comprar

Atente-se para com a empresa responsável pela produção e a loja responsável pela venda do óleo essencial em questão. Óleos Essenciais são substâncias muito puras e delicadas, quaisquer adversidades em toda sua cadeia produtiva (do cultivo até a armazenagem) podem alterar as propriedades desses pequenos. Há muito óleo adulterado no mercado, e há muita loja que comercializa tais óleos sem nem mesmo saber disso (ou não, mas prefiro acreditar na ignorância honesta do que na ciência desonesta).

Para marcas de óleos essenciais indico e uso os da Laszlo, site AQUI. Dizem que os da Herbia e da by Sâmia também são ótimos, porém ainda não testei os óleos essenciais de tais marcas.
Para comprar óleos essenciais com segurança indico:
Loja Aromalândia AQUI
(loja de cosméticos naturais especializada em aromaterapia. Uma das maiores revendedoras da Laszlo do país com uma variedade imensa de óleos essenciais)
Loja e-Cosmetique AQUI
(loja de cosméticos naturais com boa variedade de óleos essenciais – revenda autorizada da Laszlo, o cupom ACORDABONITA dá 10% de desconto em todas as compras).

 

Dicionário de Óleos Essenciais Aromaterapia e Aromacologia Laszlo

Dicionário de Óleos Essenciais – de A a Z

  • Alecrim Cânfora (Rosimarinus officinalis)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Tônico que ajuda no alívio do cansaço e fadiga mental. Alivia dores de câimbras, contusões e torções. Em shampoos, aumenta o crescimento capilar. Estimula a circulação melhorando a drenagem linfática e aliviando dores nas pernas e varizes. Evite uso por hipertensos.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Para aqueles desatentos, cansados e sonolentos. Induz ao aumento de ondas beta na região anterior do cérebro e, por isso, ajudando a melhorar a concentração e a atenção que facilitam o aprendizado.

  • Anis Estrelado (Illicium Verum)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Equilibra o sistema endócrino feminino ajudando a amenizar sintomas de menopausa, TPM e cólicas. Estimula o aumento da produção de leite materno. Diurético, reduz edemas e auxilia na drenagem linfática. Devolve maciez e hidratação à pele madura. Reduz o crescimento de pelos.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Para os críticos e negativos que tem dificuldade de viver momentos de alegria com plenitude por terem tido a doçura e a afetuosidade “feminina” de seu arquétipo infantil ferido quando pequenos.

  • Bergamota (Citrus bergamia, a LFC não mancha a pele)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Reduz a ansiedade e o estresse, melhora a insônia e reduz a hipertensão (vasodilatador), além de ser neuroprotetor. Possui propriedades cicatrizantes e analgésicas. Utilizado em dermatites, seborreia, psoríase e hiper-hidrose. Cuidado, mancha a pele se for ao sol.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Dissolve nos inflexíveis e irritadiços seu pessimismo e autocrítica, tornando-os mais leves e calmos para fluir no mundo. Harmoniza os pensamentos estressantes trazendo clareza, harmonia e tranquilidade.

  • Camomila Romana (Anthemis nobilis)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Possui propriedades anti-inflamatórias benéficas e para a pele em casos de irritações, alergias, coceiras e picadas de insetos. É sedativo e ansiolítico, favorece o sono (reduz a insônia) agindo como tranquilizante. Útil no alívio de cólicas menstruais em geral e na melhora da rinite.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Age no coração dissolvendo mágoas, o ódio e promovendo a consciência do perdão. Para quem mantém pensamentos negativos, depressivos e suicidas. Para contato com as esferas angelical e espiritual.

  • Canela da China (Cascas, Cinnamomum cassia)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Estimulante metabólico, promove queima de gordura, reduz a flacidez e celulite. Poderoso antisséptico de vasta ação antimicróbica. É um anti-inflamatório útil contra o reumatismo e artrites. Utilizar na pele com cautela (0,5-1% em óleo) pois pode queimar, nunca use puro.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Óleo de energia solar que trabalha a expressão, rompendo limitações, timidez e medo. Dissolve tristezas e depressões. Favorece a libido e o desejo sexual. Aumenta a energia vital, diminuindo o cansaço.

  • Capim Limão (Cymbopogon citratus/ Cymbopogon flexuousus)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Promove relaxamento e reduz a ansiedade. Promove queima e redução de gordura, flacidez e celulite. Diminui a hipertensão (vasodilatador), é antifúngico (micoses), anti-inflamatório e antibacteriano de vasto espectro. Na pele, sempre usar diluído em carreador.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Relaxa e reduz ansiedade. Auxilia a trabalhar experiências dolorosas de rejeição, que é somatizada na forma de frustração e raiva. Favorece a externalização destas sensações guardadas para um trabalho consciente.

  • Cipreste (Europeu/ Lusitânica + antimicrobial, Cupressus sempervirens / lusitânica)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Adstringente indicado para tratamento de acne e seborreia. Melhora a circulação sendo útil na drenagem linfática, edemas, varizes e hemorroidas. Eficiente em furúnculos e abcessos, cistos sebáceos e sinoviais. Comumente empregado em micoses e frieiras.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Para aqueles que precisam trabalhar o desapego e a aceitação de perdas ou morte. Para diminuir o apego ao supérfluo, focando mais seu interior. Facilita a meditação, introspecção, o estudo e a concentração.

  • Citronela (Cymbopogon winternalus)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Repelente de insetos, principalmente moscas e mosquitos (inclusive o da dengue). Reduz a coprofagia em cães e a tendência a latir excessivamente. É antisséptico, anti-inflamatório (artrite) e antimicótico (muito útil em micoses de pele). Reduz a fome (inalação).

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Para aqueles que ao se confrontar com situações desagradáveis, manifestam agressividade e raiva, tendo dificuldade em dissolver sentimentos ruins dentro de si. Para pessoas invasivas e pegajosas.

  • Copaíba (Copaifera officinalis / reticulata)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Excelente cicatrizante, promove hidratação, cuidando da pele e cabelos. Eficaz anti-inflamatório e analgésico geral. Benéfico na endometriose, cistite, bronquite, artrite, reumatismo, fibromialgia e lábios ou seios rachados. Possui propriedades neuroprotetoras.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Para pessoas ansiosas e impacientes, nas quais a agitação mental deixa-as aéreas e sem foco. Age como um sedativo, ao mesmo tempo que trabalha a estabilidade e autoconfiança para tomar iniciativas na vida.

  • Cravo da Índia (o OE dos botões é mais suave, Syzgium aromaticum)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Possui ação antimicróbica potente. Útil na eliminação de verrugas e micoses de unha. É anticoagulante e anti-inflamatório. Analgésico em massagens, alivia a dor de aftas e dentárias. Repelente potente (mais que a citronela) de vários insetos (inclusive o mosquito da dengue).

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Para aqueles que precisam se sentir fortes e capazes novamente, reconhecendo seu potencial e analisando as causas de seus problemas e soluções. Fortalece a ação, iniciativa e coragem. Energiza o campo sutil.

  • Espruce (Branco e Preto, Tsuga canadensis / Picea mariana)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Possui qualidades relaxantes dos nervos. Indicado para melhorar o sono (insônia) na ansiedade e hiperatividade. É anti-alergênico (rinites, tosses, alergias de pele) e antiespasmódico (reduz cólicas diversas)

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Útil aqueles que cativam agressividade e intolerância ao próximo, sendo incapazes de reflexão ou dissolução destas emoções. Desperta a generosidade e a consciência para o trabalho e harmonia em grupo.

  • Eucalipto (Globulus / Cinérea / Radiata/ Eucalyptus sp.)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Expectorante, limpa o pulmão de catarro, útil em asma, efisema, bronquite e sinusite. Melhora a absorção de outros óleos essenciais pela pele. Combate piolho, pulgas e carrapatos. Possui efeito analgésico em dores musculares por massagem.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Trabalha conflitos pelo aprimoramento da comunicação. Para pessoas psiquicamente instáveis, contraditórias e que oscilam em ideias e emoções. Melhora a integração com a vida e atua como purificador geral.

  • Gengibre (CO2/ HD, Zingiber officinalis)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Rico em propriedades analgésicas, sendo um anti-inflamatório potente empregado no tratamento de reumatismo, artrite, nervo ciático e fibromialgia. O CO2 é mais eficaz em aquecer, queimar gordura localizada e melhorar a aparência da celulite. É digestivo e laxante.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Combate indisposição, fadiga e o desânimo. Aumenta a motivação, reduz a tendência à dispersão mental e melhora a assimilação. Para aqueles de temperamento lento, tímido e medroso. É afrodisíaco.

  • Gerânio (Bourbon/ Africano, Pelargonium graveolens)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Equilibrador hormonal feminino (TPM, menopausa). Antioxidante, renovador e rejuvenescedor da pele, útil em acne, psoríase, eczemas e rosácea. Eficaz contra candidíase. Trata a celulite e previne estrias melhorando a aparência da pele. É anti-inflamatório.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Útil aqueles conflitos internos com a figura materna ou o feminino. Se sentem-se sem apoio, são inseguros e têm medos diversos. Desperta a sensibilidade e melhora dificuldades de se relacionar com o outro.

  • Hortelã (Pimenta e do Campo, Mentha piperita / arvensis)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Expectorante (sinusites e bronquites). Analgésico no alívio de dores. Digestivo, reduz mau hálito. Refrescante em insolações e coceiras. Estimula a circulação e queima de gordura localizada. Melhora enxaquecas, remove manchas de pele e estimula crescimento de cabelos.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Para aqueles com a mente congestionada de pensamentos, dificuldade em de se concentrar e raciocinar. Traz clareza mental, melhora a atenção, revigora e cansaço e reduz o sono durante o dia. Purifica a aura e ambientes.

  • Laranja (Todos os tipos, Citrus aurantium / sinensis)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Possui efeito tranquilizador. Estimula o colágeno da pele. Depurativo e desintoxicante hepático. Muito utilizado em problemas de circulação e drenagem. Reduz o colesterol alto, facilita a digestão, reduz gases, melhora a prisão de ventre e combate a anorexia nervosa.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Para aqueles que se tornaram tensos, ansiosos e por vezes tristes, depressivos. Resgata a criança interior, trazendo à tona a alegria esquecida, reduz a ansiedade, dissolve o estresse, dá ânimo e motivação.

  • Lavanda (40/42, Fina – a mais potente, Levandula angustifólia)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Calmante e ansiolítica, favorece o sono e reduz a hiperatividade. Útil no tratamento de pele, por ser cicatrizante e regeneradora (queimaduras, acne, psoríase, assaduras, escaras, insolação, picadas, herpes, alergias). Possui qualidades neuroprotetoras.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Para aqueles tensos, estressados, que perdem o sono à noite, com esgotamento do corpo físico e das forças mentais. Promove profundo relaxamento trazendo uma sensação de liberdade e paz com a vida.

  • Lavandim (Abrialis/ Super/ Grosso, Lavandula x Intermedia)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Possui efeitos similares aos da lavanda, porém menos potente como calmante. A presença de cineol e cânfora, o torna muito útil no tratamento de rinites e sinusites (antialérgico e expectorante). Útil em massagens para relaxar nervos e músculos tensos.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Para os tensos, estressados e ansiosos. Ação similar a lavanda, trazendo paz, conforto e bem-estar. Como ela, ajuda a reduzir a impaciência, amenizar estados de choque, insônia e irritabilidade nervosa.

  • Lima (limão) Tahiti e Lima da Pérsia (Citrus aurantifolia / limettoides)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Utilizado na queima de gordura localizada, melhora a celulite, da má circulação (varizes, hemorroidas, flebite, trombose, aterosclerose) e na drenagem linfática. Possui ação depurativa e desintoxicante, é hepatoprotetor, reduz o colesterol. No sol mancha a pele, cuidado.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Pata aqueles que precisam ser estimulados para ideias mais claras e lúcidas. Promove a dissolução de memórias traumáticas. Facilita a organização da mente, reduz a ansiedade, trazendo bem-estar a alegria no dia.

  • Limão Siciliano (O LFC não mancha a pele, Citrus limon)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Desintoxicante e hepatoprotetor. Na pele e cabelos, reduz a oleosidade, limpa os vasos de entupimentos, sendo útil em varizes, aterosclerose, má circulação, flebite e trombose. Útil contra celulite (massagem) e na melhora da acne. Reduz o mau colesterol.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Auxilia na limpeza mental, trazendo clareza aos pensamentos, mais foco e objetividade. Deixa a mente mais desperta, reduzindo o sono e facilitando o estudo. Promove uma sensação de purificação e limpeza interna.

  • Mirra (Todos os tipos, Commiphora mirrha / mukul)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Poderoso cicatrizante, útil em escaras, queimaduras e machucados. Útil na gengivite. Aumenta a imunidade. Ajuda no hipotireoidismo (mirra indiana). Na pele, promove a redução de rugas (especialmente mirra indiana – oleorresina/abs). Melhora a lubrificação vaginal (gel).

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Para pessoas que carregam dentro de si amarguras, intenso sofrimento e precisam transmutar experiências difíceis e dolorosas. Um óleo protetor que favorece a introspecção e reduz a sensibilidade ao negativismo.

  • Olíbano (Todos os tipos, Boswella carteri / serrata / frereana)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Imunoestimulante (aumenta a fagocitose e proliferação dos linfócitos). Melhora a imunidade da pele reduzindo inflamações e agindo como anti-aging (previne o envelhecimento da pele). Útil em problemas respiratórios como asma, rinite e bronquite. Melhora circulação.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Para aqueles que perderam a conexão com seu Deus interior, que não se adaptam ao mundo em que vivem. Permite o equilíbrio interno, favorece a meditação, a responsabilidade e encontro com a espiritualidade.

  • Orégano (Qt. carvacrol, Origanum vulgare)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Anti-inflamatório potente (artrite, reumatismo) e analgésico (dores em geral) e antimicróbico (candidíase, micoses, verrugas, infecções de todos os tipos e resistentes). Em xampu, estimula o crescimento capilar. Favorece a queima de gordura localizada em massagens.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Para aqueles que se sentem vulneráveis na vida, cansados e sem força e que são facilmente atacados e sugados de suas energias. Combate o tédio, a frustração e devolve a vitalidade perdida para lutar por seus ideais.

  • Palmarosa (Cymbopogon martinii var. motia)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Melhora a aparência da pele, promovendo regeneração celular, redução de manchas, rosácea e rugas, combate a acne. Auxilia na cicatrização (inclusive em escaras), reduz mau cheiro nas axilas e chulé. Possui efeito harmonizador dos hormônios femininos.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Para aqueles que precisam despertar o amor universal, mas impondo limites ao seu espaço para não serem abusados por terceiros. Equilibra o relacionamento com a figura materna, dissolve raiva e agressividade.

  • Patchouli (Todos os tipos, Pogostemon cablin)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Possui quantidades anti-inflamatórias, cicatrizantes, hidratantes e regeneradoras de pele (psoríase, dermatite, rachadura de pé, etc). Possui ação contra o vírus da gripe (antigripal). Fortalecedor de vasos frágeis, varizes e hemorroidas. Antimicótico útil contra frieiras.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Torna indivíduos mais responsáveis, menos críticos e capazes de valorizar as qualidades alheias, facilitando o entendimento do outro. Para quem começa e nunca vai ao fim, fortalece o idealismo e determinação.

  • Pimenta Negra (Pimenta do Reino, Piper negrum)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Tonifica os vasos. Melhora a aparência da celulite, ajuda na drenagem linfática e varizes. Em xampus, estimula o crescimento capilar e reduz a oleosidade. É considerado útil para parar de fumar. O óleo via CO2 arde e com isso é mais potente na estimulação da circulação geral.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Útil nas situações de falta de vitalidade, condicionadas pelo medo ou insegurança. Melhora a energia de expressão e ação do indivíduo. Facilita a tomada de decisões. Afrodisíaco, reduz a tristeza e melancolia.

  • Pinheiro Silvestre (Pinus sylvestris)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Inibe a degradação da cartilagem, prevenindo o agravamento da osteoartrite e da artrose. Melhora a calcificação óssea. Promove dissolução de cálculos renais e de cristais de gota. Possui efeito sedativo, aumenta a imunidade e melhora a circulação.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Promove a introspecção e o desapego, favorecendo aqueles que culpam a si mesmos, que acham que sempre poderiam ter feito melhor, culpando-se. reduz a ansiedade, favorece o trabalho conjunto e os estudos.

  • Rosa (Vermelha/ De maio/ Damasco, Rosa sp.)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Melhora a produção de colágeno na pele, promovendo rejuvenescimento facial. Cicatrizante e antioxidante (anti-aging). Previne o envelhecimento da pele. Harmoniza os hormônios femininos (menopausa e TPM). Reduz a agitação e ansiedade. Potente antioxidante.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Desperta o amor próprio e fraterno ao outro, trabalhando bloqueios ao feminino e ao arquétipo materno. Expande o coração e o interesse para a vida, rompe medos e timidez, harmonizando relações.

  • Sálvia Esclareia (a 3/4 é a que contém mais esclareol, Salvia sclarea)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Possui propriedades calmantes, ansiolíticas e antidepressivas potentes. Harmoniza os hormônios femininos (menopausa e TPM). Promove efeito regenerador e cicatrizante da pele (útil em escaras e queimaduras). Controla a transpiração excessiva de mãos e pés.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Reduz a confusão mental, a ansiedade ou o pânico para se ter uma visão mais clara da vida e absorver as impressões do outro de forma mais real. Facilita a meditação. Equilibra indivíduos compulsivos e obsessivos.

  • Tea Tree (Melaleuca alternifólia)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Imunoestimulante e antimicróbico de vasto espectro, útil em micoses, candidíase, caspa, infecções bacterianas, psoríase, herpes, gripe, viroses. Combate gengivite e melhora aftas. Mata piolho, ácaros, sarna, pulgas e carrapato. Muito eficaz na otite e no combate a acne.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Para aqueles que carregam conflitos sexuais, ninfomania ou se sentem impuros com seus pensamentos. Auxilia pessoas com tendência a se vitimar ou que descarregam em compulsões sua angustia. Purificador.

  • Vetiver (Vetiver zizanoides)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Anti-inflamatório útil no reumatismo e artrite. Imunoestimulante, antioxidante e antimicróbico. Considerado afrodisíaco, estimulante da libido e tônico de gônadas. Potente cicatrizante (escaras e queimaduras), regenerador e clareador de manchas escuras da pele.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Melhora a capacidade de raciocinar com pés no chão. Útil para pessoas desorganizadas e indecisas, sem autoconfiança e com dificuldade em aceitar seu próprio corpo. Harmoniza o arquétipo masculino (ânimus).

  • Ylang Ylang (Completo e frações, Cananga odorata)

Aromaterapia – Aspectos farmacológicos e cosméticos: Sedativo, antidepressivo e calmante, reduz a ansiedade e favorece o sono. Reduz a oleosidade excessiva do couro cabeludo e face. Possui efeito rejuvenescedor e cicatrizante da pele. Harmoniza os hormônios femininos (menopausa e TPM). Ajuda a reduzir a hipertensão arterial.

Aromacologia – Aspectos emocionais e vibracionais: Para indivíduos com dificuldades em expressar sua afetividade, com problemas de toque e contato, traumas ou bloqueios sexuais, e atitudes egoístas. Relaxa e facilita o sono. Afrodisíaco, melhora a libido e o desejo.

Reiterando:
Para marcas de óleos essenciais indico e uso os da Laszlo, site AQUI
. Dizem que os da Herbia e da by Sâmia também são ótimos, porém ainda não testei os óleos essenciais de tais marcas.
Para comprar óleos essenciais com segurança indico:
Loja Aromalândia AQUI (loja de cosméticos naturais especializada em aromaterapia. Uma das maiores revendedoras da Laszlo do país com uma variedade imensa de óleos essenciais)
Loja e-Cosmetique AQUI
(loja de cosméticos naturais com grande variedade de óleos essenciais – revenda autorizada da Laszlo, o cupom ACORDABONITA dá 10% de desconto em todas as compras).

 

Dicionário de Óleos Essenciais

Espero que tenham gostado! E aí, tem alguma dica, dúvida ou sugestão sobre óleos essenciais? Comentem!

Beijos Mil, Karina Viega
karinaviega@acordabonita.com
Facebook.com/acordabonita
instagram@acordabonita
Snapchat: karinaviega

Gosta do Acorda, Bonita!?
Escreva seu e-mail na caixa abaixo, clique em “Assinar” e receba nossas novas matérias em 1ª mão!

Escreva seu e-mail:

Obs: Não se esqueça de confirmar o cadastro clicando no link que será enviado para a caixa do e-mail em questão.

 

Loja Dermabox

comments

23 comentários on Dicionário de Óleos Essenciais: Aspectos farmacológicos, cosméticos, emocionais e vibracionais

  1. selia
    16 de novembro de 2015 at 10:40 (614 dias atrás)

    Adorei, Karina. Uso óleos essenciais em minhas máscaras de argila, mas ainda não testei pra outras finalidades. O uso para esses beneficios relatados no dicionário, é sempre feito atraves de inalação? Ou há necessidade de ingestão em algum deles? Pode fazer um próximo post com dicas de como utilizar de acordo com a finalidade pretendida, que tal? Beijos!

    Responder
    • Karina Viega
      16 de novembro de 2015 at 11:40 (613 dias atrás)

      Selia, ótima ideia!
      Bom, nunca nunca faça a ingestão de óleos essenciais sem orientação de Aromaterapeutas, ok? :)
      Os benefícios vem da inalação e também da absorção pela pele. Nossa pele absorve bem óleos essenciais, mas a maioria dos óleos essenciais requer diluição prévia em óleos carreadores (óleo de girassol e óleo palmiste são meus carreadores prediletos, pois são inodoros e facilmente absorvidos ^^), porque são muito fortes e alguns podem até queimar a pele se não forem diluídos…

      Beijos mil!

      Responder
    • Karina Viega
      16 de novembro de 2015 at 11:40 (613 dias atrás)

      Selia, ótima ideia!
      Bom, nunca nunca faça a ingestão de óleos essenciais sem orientação de Aromaterapeutas, ok? :)
      Os benefícios vem da inalação e também da absorção pela pele. Nossa pele absorve bem óleos essenciais, mas a maioria dos óleos essenciais requer diluição prévia em óleos carreadores (óleo de girassol e óleo palmiste são meus carreadores prediletos, pois são inodoros e facilmente absorvidos ^^), porque são muito fortes e alguns podem até queimar a pele se não forem diluídos…

      Beijos mil!

      Responder
  2. Ana Carolina
    16 de novembro de 2015 at 15:02 (613 dias atrás)

    Kah, você sabe dizer quais desses óleos são seguros para misturar no co wash? :D
    Obrigada!
    Ana

    Responder
    • Karina Viega
      16 de novembro de 2015 at 19:03 (613 dias atrás)

      Ana, putz, vários! Mas assim, vou falar apenas daqueles que já testei até hoje (um dia testo todos desse dicionário! haha)
      Basicamente aqueles do vídeo https://www.youtube.com/watch?v=ybTwAguZ6cA:
      Tea Tree
      Hortelã Pimenta
      Alecrim Cânfora
      Lavanda
      Laranja Pera
      Capim Limão – o meu atual predileto! Amo o cheiro <3
      Pimenta Negra
      Ylang Ylang
      Orégano (não gosto do cheiro, mas é eficiente…)
      Beijos mil!

      Responder
  3. Amanda
    17 de novembro de 2015 at 16:30 (612 dias atrás)

    Kah, todos esses óleos podem ser usados das mesmas formas? Ex: diluídos em outro óleo carreador, etc.

    Responder
    • Karina Viega
      21 de novembro de 2015 at 12:38 (608 dias atrás)

      Amanda, em tese sim :)
      é claro que cada óleo tem sua particularidade, mas diluir em óleo carreador é um método coringa!
      Beijos mil!

      Responder
  4. Tarcira Barbosa
    17 de novembro de 2015 at 19:22 (612 dias atrás)

    Kah,

    Ótimo post /
    Esperei e iria pedir(implorar!) que você nos presenteasse com um post sobre o assunto.
    Mas ainda peço que nos traga formas, receitas, dicas de como utiliza-los. Principalmente para pele(rosto, pfv!) e cabelos.

    Parabéns por tudo!

    Você é ótima no que faz!

    Responder
    • Karina Viega
      21 de novembro de 2015 at 12:40 (608 dias atrás)

      Tarcira, por certo! Estou pesquisando muito, em breve soltarei um post sobre como usar óleos essenciais na nossa rotina de beleza ;)
      E obrigada <3
      Beijos mil!

      Responder
  5. Cecilia Ghiraldelli
    18 de novembro de 2015 at 21:19 (611 dias atrás)

    Como professora de Aromaterapia, Já utilizei óleos essenciais da BioEssencia, Terra-Flor, WNF e Hérbia, e agora temos também a Arte dos Aromas, todas de excelente qualidade. Aprendi que é importante conhecer e testar para quando necessitar, ter a mão!

    Responder
    • Karina Viega
      21 de novembro de 2015 at 12:36 (608 dias atrás)

      Cecilia, obrigada pela dica!!! <3
      Beijos mil!

      Responder
  6. Monique Monteiro
    20 de novembro de 2015 at 11:59 (609 dias atrás)

    Cadê rosa branca?

    Responder
    • Karina Viega
      21 de novembro de 2015 at 12:33 (608 dias atrás)

      Mais um óleo para entrar na lista :)
      Qual é o nome botânico da Rosa Branca que você fala? Vejo uns óleos bem diferentes por aí…
      Beijos mil!

      Responder
  7. Marília
    20 de novembro de 2015 at 20:47 (609 dias atrás)

    Ka… que máximo este post! Estava mesmo precisando ler mais sobre esses óleos. Minha dúvida é a seguinte: existe alguma restrição nas combinações desses óleos? Quero dizer por exemplo, se podem ser usados juntos, ou se existe algum que não possa ser utilizado simultaneamente com outro… enfim! Se puder me esclarecer ficarei ainda mais grata!! mil bjos ;)

    Responder
    • Karina Viega
      21 de novembro de 2015 at 12:35 (608 dias atrás)

      Marília, que pergunta excelente!
      Minha linda, deve haver sim, mas também estou aprendendo… Então vou consultar os universitários haha
      Vou pesquisar e, caso não encontre resposta, perguntarei ao Fabian Laszlo :)
      Beijos mil!

      Responder
      • Solange Lima
        21 de março de 2016 at 0:37 (488 dias atrás)

        Olá meninas,
        td bem?
        Respondendo a pergunta de vocês, existe algumas restrições nas combinações dos óleos essenciais sim! Por exemplo não é bacana usarmos óleos estimulantes como alecrim, hortelã com óleo calmantes como lavanda por exemplo. Se queremos um óleo para acalmar vamos procurar usar só lavanda ou combinar com uma laranja, vetiver por exemplo que também tem esse efeito, se queremos algo que estimule e nos dê energia podemos usar o hortelã com pimenta com limão por exemplo. AS sinergias devem ser feitas depois de conhecer um pouco mais as propriedades terapêuticas de cada óleo, caso não sabia o melhor é sempre usar um óleo de cada vez ou perguntar a um aromaterapeuta para orientação. Atentar também para as contra indicações de cada óleo, isso é muito importante. Se puder ajudar em algo mais, fico a disposição.
        Beijos

        Responder
        • Karina Viega
          22 de março de 2016 at 13:54 (486 dias atrás)

          Sol, sua linda, muito obrigada <3

          Responder
  8. Amanda Chaiane
    17 de junho de 2016 at 19:33 (399 dias atrás)

    Olá! Boa noite! Adorei
    Sou terapeuta e utilizo a aromaterapia com meus pacientes e os resultados são maravilhosos. Uma das coisas que me deixou mais feliz é que trabalho com muitos pacientes que sofrem de transtorno de ansiedade e síndrome do pânico e gradativamente tenho visto um bom resultado.
    Sou do RJ. Contato (21- 992948045) tel e whatsapp. Estou a dispor

    Responder
    • Karina Viega
      23 de junho de 2016 at 5:05 (394 dias atrás)

      Amanda, que lindo!
      Aromaterapia é apaixonante!
      Beijos mil e sucesso <3

      Responder
  9. Kassandra
    23 de julho de 2016 at 20:52 (363 dias atrás)

    Amando muitooo o seu canal! bjuxx

    Responder
  10. Josiane
    10 de agosto de 2016 at 19:37 (345 dias atrás)

    Olá Kah, sabe se os óleos essencias da marca Força da Terra são confiáveis?

    Responder
    • Karina Viega
      12 de agosto de 2016 at 12:47 (343 dias atrás)

      Josi, não conheço a marca :/
      Beijosss

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>